Login Academia Militar

Em baixo poderá fazer login ou aceder ao webmail. Qualquer dificuldade contactar admin@academiamilitar.pt.
Login
História, Estudos de Segurança e Defesa PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Apresentação

 

O Programa de Doutoramento em História, Estudos de Segurança e Defesa, realizado no ISCTE-IUL em parceria com a Academia Militar, proporciona aos doutorandos uma formação aprofundada nos domínios científicos da História, dos Estudos de Segurança e da Defesa. Os alunos frequentam uma parte curricular composta por dois semestres, participando em seminários sobre as várias áreas científicas do curso, ministrados por docentes do ISCTE-IUL e da Academia Militar. Depois, dispõem de 2 anos lectivos para elaborar a sua tese de doutoramento.

O Doutoramento é fruto de uma parceria entre o ISCTE-IUL e a Academia Militar, permitindo aos alunos usufruir do que de melhor estas duas instituções podem proporcionar em termos de recursos humanos e materiais. Esta será já a quinta edição do doutoramento (segunda com esta designação). Os seus alunos têm sido oriundos das mais diversas formações académicas (da História às Ciências Militares, passando pela Ciência Política e pelas Relações Internacionais, pela Economia e pela Gestão, pela Sociologia e a Antropologia) e dos mais diversos contextos profissionais (militares, professores, diplomatas, jornalistas, empresários).

O curso tem 6 semestres e o plano de estudos estrutura-se em torno de 3 seminários centrais: o Seminário de História, o Seminário de Defesa e Segurança e o Seminário de Relações Internacionais. Estes seminários estarão presentes nos 2 primeiros semestres letivos. No sentido de tornar o Doutoramento em História, Estudos de Segurança e Defesa um espaço plural, onde se entrecruzem conhecimentos, experiências e interesses diversificados, aberto aos olhares privilegiados dos protagonistas e especialistas das questões que aborda, incluem-se no plano de estudos Ciclos de Conferências Multidisciplinares nos quais se tem verificado a colaboração de alguns dos mais reputados especialistas nacionais e internacionais nas áreas sobre as quais o curso se debruça.
 

Condições de acesso, candidaturas e critérios de seriação

Candidaturas

O número de vagas para este curso no ano letivo 2015/2016 é de 15.

Podem candidatar-se ao doutoramento em História, Estudos de Segurança e Defesa:

  • Titulares do grau de mestre ou equivalente legal;
  • Titulares do grau de licenciado detentores de um curriculum escolar, científico ou profissional reconhecido como atestando capacidade para realização do doutoramento;
  • Detentores de um curriculum escolar, científico ou profissional reconhecido como atestando capacidade para realização do doutoramento.

 

As candidaturas realizam-se em Candidaturas online a partir de 16 de fevereiro de 2015, de acordo com as seguintes fases:

Fase Período de candidatura Matrículas e inscrições a)
1 16 de fevereiro a 31 de maio 22 de junho a 26 de junho
2 01 de junho a 19 de julho 27 de julho a 02 de agosto
3 20 de julho a 13 de setembro 21 de setembro a 25 de setembro
a) Caso seja admitido e não efetue a sua inscrição no prazo indicado, a vaga será disponibilizada para candidatos suplentes ou para a fase seguinte de candidaturas. Pode, contudo, pedir a transferência da candidatura para a fase seguinte através do email Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar , sem lugar a pagamento de nova taxa de candidatura.
Taxa de candidatura - 50 €
A taxa de candidatura será devolvida aos candidatos admitidos e que procedam à respetiva matrícula e inscrição até 26 de junho
 

 Os candidatos que reúnam condições para aceder diretamente ao 2.º ano podem efetuar a sua Candidatura Onlineem qualquer momento.

 

Critérios de seleção e seriação

 

As candidaturas ao curso de Doutoramento em História, Estudos de Segurança e Defesa da Escola de Sociologia e Políticas Públicas (ESPP) são selecionadas e seriadas conforme as Normas Regulamentares Específicas do Doutoramento  (Artigo 7.º do Regulamento n.º 313/2012 publicado em Diário da República, 2.ª série — N.º 148 — 1 de agosto de 2012).

Nota: Nas Normas Regulamentares Específicas do Doutoramento, em virtude da alteração de denominação do ciclo de estudos, onde se lê História, Defesa e Relações Internacionais, deve ler-se História, Estudos de Segurança e Defesa

 

Objetivos gerais

Este ciclo de estudos tem por objetivos gerais a aquisição de competências próprias de um curso de 3º ciclo: capacidade de compreensão sistemática nos domínios da História, Estudos de Segurança e Defesa, aquisição de aptidões e métodos de investigação associados a estas áreas científicas, capacidade de analisar criticamente, avaliar e sintetizar ideias novas e complexas, competências para comunicar com os seus pares, comunidade académica e sociedade em geral sobre as temáticas do ciclo de estudos e capacidade de promover o progresso científico, social ou cultural.

A elaboração da tese de doutoramento implica igualmente a aquisição de competências para conceber, projetar, adaptar e realizar uma investigação significativa e original, respeitando as exigências impostas pelos padrões de qualidade e integridade académicas nas áreas científicas do curso. A tese a elaborar deverá igualmente contribuir para o alargamento do conhecimento, merecendo divulgação nacional e internacional.

Objetivos de aprendizagem

Pretende-se que os alunos sejam capazes de:

  • adquirir conhecimentos e capacidade de compreensão sistemática nos domínios da História, Estudos de Segurança e Defesa, sabendo entrecruzar os saberes oriundos destas três áreas, a nível diacrónico e sincrónico;
  • adquirir aptidões e métodos de investigação associados a estas áreas científicas, bem como capacidade de analisar criticamente, avaliar e sintetizar ideias novas e complexas;
  • adquirir competências como a capacidade de comunicar com os seus pares, comunidade académica e sociedade em geral sobre as temáticas em que se especializam e a capacidade de promover o progresso científico, social ou cultural.

Em todas as UC estes objetivos são definidos operacionalmente e avaliados através de um ou mais instrumentos de avaliação adequados ao tipo de objetivos de aprendizagem específicos.

 

Calendário, regime horário e propinas

 

Calendário letivo 2015/2016

1.º Semestre
Duração 14-09-2015 a 30-01-2016
Período de aulas 28-09-2015 a 19-12-2015
Férias de Natal 21-12-2015 a 03-01-2016
Avaliações 04-01-2016 a 30-01-2016
2.º Semestre
Duração 01-02-2016 a 25-06-2016
Período de aulas 15-02-2016 a 28-05-2016
Férias de Carnaval 08-02-2016 a 14-02-2016
Férias da Páscoa 21-03-2016 a 03-04-2016
Avaliações 30-05-2016 a 25-06-2016

Regime horário 2015/2016
O curso funciona em regime pós-laboral, das 18:00 horas às 22:30 horas com um intervalo de 30 minutos.

Propinas 2015/2016

  • 1.º ano - 2.000 €
  • 2.º ano - 2.000 €
  • 3.º ano - 2.000 €
A propina de cada ano pode ser paga de uma vez só ou em prestações.