Login Academia Militar

Em baixo poderá fazer login ou aceder ao webmail. Qualquer dificuldade contactar admin@academiamilitar.pt.
Login
2º Comandante PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

mgen bandeira01 

Segundo Comandante e Diretor de Ensino da Academia Militar

Major-General João Jorge Botelho Vieira Borges

 

Síntese Curricular

João Jorge Botelho Vieira Borges nasceu em Luanda (Angola) a 2 de Novembro de 1962, é casado com Ana Isabel Galrinho e pai de Ana Rita e Ana Sofia.

Licenciado em “Ciências Militares – Artilharia”, pela Academia Militar (AM), é Mestre em Estratégia, pelo ISCSP, e Doutorado pela Universidade dos Açores em Ciência Política (dissertação “O Terrorismo e o Planeamento Estratégico de Segurança Nacional dos EUA”). Entre os vários cursos que frequentou destacam-se: o “Curso de Estado-Maior” (IAEM), o “Curso de Defesa Nacional” (IDN), o “Curso Aberto em Ciência Política” (UCL), o Curso “Terrorism and Security Studies” (Marshall Center) e o Curso de Promoção a Oficial General (IESM).

No decorrer da sua actividade profissional, foi Comandante de unidades de escalão Pelotão, Companhia e Batalhão durante mais de oito anos, na Escola Prática de Artilharia (Bateria de Instrução), no CIAAC (Bateria de Sistema de Armas e Bateria de Instrução de Quadros) e na AM (Comandante da 4ª Companhia de Alunos e do 1º Batalhão de Alunos). No Estado-Maior do Exército foi delegado da Artilharia Antiaérea Portuguesa na NATO, adjunto e chefe da Repartição de Organização e Métodos da Divisão de Operações, durante cerca de cinco anos. Na AM foi ainda Professor (de Geografia Militar, Geopolítica, Relações Internacionais e Elementos de Estratégia), Coordenador de Grupo Disciplinar, Chefe de Departamento e Vice-Presidente (e fundador) do Centro de Investigação (CINAMIL) na AM. Foi Assessor de Estudos no Instituto da Defesa Nacional (IDN), em acumulação com as funções de Professor convidado da AM na Pós-Graduação em Guerra de Informação e nos Mestrados de História Militar e de História, Defesa e Relações Internacionais.

Promovido a Coronel, em Dezembro de 2005, comandou o Regimento de Artilharia Antiaérea n.º 1 (RAAA1), no período de Julho de 2006 a Julho de 2008. Entre Julho de 2008 e Setembro de 2010 foi Assessor de Estudos e Director de Edições no Instituto da Defesa Nacional e Professor Convidado no Doutoramento e no Mestrado em História, Defesa e Relações Internacionais (AM e ISCTE). Coronel Tirocinado entre julho de 2011 e novembro de 2014, foi Adjunto do Diretor de Ensino e Chefe do Departamento de Estudos Pós-Graduados da Academia Militar.

É Major-General desde 4 de Novembro de 2014, e desempenha as funções de 2º Comandante e Diretor de Ensino da Academia Militar, desde 5 de Novembro de 2014. É ainda Professor da Academia Militar, investigador integrado do Centro de História da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Secretário da Comissão Coordenadora e membro do Gabinete de Apoio Técnico do Modelo de Governação Comum do Ensino Superior Militar.

É sócio efectivo da Revista Militar e da Sociedade de Geografia de Lisboa, membro do conselho editorial da Revista Nação e Defesa, da comissão executiva da Revista de Artilharia e da comissão científica da Comissão Portuguesa de História Militar.

João Vieira Borges é conferencista e autor de várias obras (4 monografias, 4 sebentas, 12 livros e cerca de 109 artigos) nas áreas da Estratégia, História Militar e Segurança e Defesa (três das quais premiadas). Das obras publicadas destacam-se: Intervenções Militares Portuguesas na Europa do Século XVIII: Uma Análise Estratégica (Atena, 2000); A Conquista de Madrid 1706 (Tribuna da História, 2003); Pensamento Estratégico Português: Contributos Sécs. XVI-XIX (Dir. e Coord., Prefácio, 2006); Visões Estratégicas no Final do Império, de Júlio Botelho Moniz (Estudo introdutório e síntese biográfica, Tribuna da História, 2007); Armamento de Artilharia Antiaérea, Prefácio, 2007; A Artilharia na Guerra Peninsular, Tribuna da História, 2009; Viver Academia Militar (coord. e co-autor), bythebook, 2012. 20. Borges, João Vieira, O Terrorismo Transnacional e o Planeamento Estratégico de Segurança Nacional dos EUA, Fronteira do Caos, 2013.

Tem quinze louvores e é detentor das seguintes condecorações: quatro medalhas de prata de serviços distintos, duas medalhas de mérito militar (1ª e 3ª classe), duas medalhas de D. Afonso Henriques (1ª e 2ª classe) e as medalhas de comportamento exemplar grau ouro e prata.